Diário de uma República II – Fernando Giestas

174 views

Que Teatro se fará a partir do que se vê? Diário de uma República é um projeto de Teatro e Fotografia com a duração de uma década. Um “olhar-ver” artístico sobre o que vão sendo as pessoas e as paisagens de Portugal. Entre 2020 e 2030 serão estreados espetáculos de teatro nos anos ímpares, depois de residências de fotografia nos territórios nos anos pares. Que Teatro resulta do ato de (nos) vermos realmente? Fotografar para prolongar o olhar. Levar a palco para ver melhor. Fotografar o Real já imaginando Teatro. As fotografias de Augusto Brázio e de Nelson d’Aires são as imagens da República. O Trabalho é o tema foco da II edição de Diário de uma República, entendido no seu sentido mais amplo: o trabalho das mãos, do corpo, da cabeça, o trabalho humano na paisagem, as questões de género e sociais do trabalho, a beleza e a feiura do trabalho. O tema foco da I edição foi a Justiça.

Abrangido pelo Passe Cultura CML/EGEAC – disponível apenas na bilheteira do SLTM.

Ficha técnica:

Amarelo Silvestre. Fernando Giestas, direção artística; Daniel Teixeira Pinto, interpretação.

teatro
3 abril a 14 abril 2024
qua: 19h30; qui: 19h30; sex: 19h30; sáb: 19h30; dom: 16h
São Luiz Teatro Municipal
Fonte: Agendalx

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Mais informação

Se não pretender usar cookies, por favor altere as definições do seu browser.

Fechar