D. Maria II estreia espetáculo no Museu do Aljube – Resistência e Liberdade

2958 views

O que vamos fazer com a revolta, espetáculo integrado no projeto K Cena, estará em cena de 3 a 6 de junho, com um elenco composto por jovens atores, com idades entre os 14 e os 18 anos.

 

O que vamos fazer com a revolta, espetáculo com encenação de Sandro William Junqueira, construído a partir de A quinta dos animais, de George Orwell, estará em cena no Museu do Aljube – Resistência e Liberdade de 3 a 6 de junho. Integrado no projeto K Cena, o espetáculo é uma produção do Teatro Nacional D. Maria II em parceria com a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa e o Museu do Aljube.

 

O surgimento de novas formas de totalitarismo é demasiado real nos tempos que vivemos. Em O que vamos fazer com a revolta, lança-se um olhar não apenas para os que dominam, mas sobretudo para os que são dominados. Estar alerta não basta: é preciso fazer qualquer coisa com a revolta. Um espetáculo construído a partir de A quinta dos animais, de George Orwell, O que vamos fazer com a revolta conta com um elenco composto por 13 jovens atores, com idades entre os 14 e os 18 anos.

 

O espetáculo integra-se no K Cena, projeto lusófono de teatro jovem que se desenvolve simultaneamente no D. Maria II, no Teatro Viriato, em Viseu, no Mindelo (Cabo Verde), em Salvador da Bahia (Brasil) e em São Tomé e Príncipe. Todos partilhando o mesmo tema de trabalho ao longo do ano, num verdadeiro espírito democrático, cada grupo desenvolve o seu próprio projeto, levando à cena um espetáculo único.

 

Este ano, em Lisboa, O que vamos fazer com a revolta é apresentado no Museu do Aljube – Resistência e Liberdade, numa parceria entre o Museu e o Teatro Nacional D. Maria II.

Fonte: TNDM

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Mais informação

Se não pretender usar cookies, por favor altere as definições do seu browser.

Fechar