Comemorações do 25 de Abril em Lisboa

343 views

LISBOA CELEBRA A REVOLUÇÃO DOS CRAVOS E A LIBERDADE COM UMA PROGRAMAÇÃO CULTURAL INÉDITA E PARA TODOS. DURANTE O MÊS DE ABRIL, AS FESTAS DE ABRIL ESTENDEM-SE PELAS RUAS E EQUIPAMENTOS CULTURAIS DA CIDADE.  

A Câmara Municipal de Lisboa e a EGEAC arrancam no próximo mês de abril com as Festas de Abril, convidando todos a celebrar os 49 anos da Revolução dos Cravos e da Liberdade, apresentando uma programação cultural inédita para desfrutar na cidade, dentro e fora de portas. O regresso do sol, das flores e da boa disposição, são ainda bons motivos para festejar Abril com uma agenda cheia de música, exposições, teatro, cinema, conversas, leituras, entre outras propostas culturais.

No dia 24 de abril, no Terreiro do Paço, a mais emblemática sala de espetáculos ao ar livre de Lisboa, o músico Vitorino traz-nos o projeto Abril em Flor. Construído de raiz e com direção artística de António Miguel Guimarães, este espetáculo mistura música, poesia e desenho, unindo dezenas de artistas ao vivo: Mafalda Veiga, Márcia, Luís Trigacheiro, Zeca Medeiros e as Cantadeiras e Cantadores do Redondo, que dão voz a canções do período de resistência à ditadura; e em vídeo: Aldina Duarte, Capicua, Carlão e Tim, que irão declamar a poesia de Manuel AlegreSophia de Mello BreynerJonas Negalha e Ruy Belo.

No dia 25 de abril e sendo já uma tradição, os Paços do Concelho estão de portas abertas, das 10h00 às 18h00, desafiando todos a descobrir a arquitetura e a história deste edifício de estilo neoclássico.

Museu do Aljube – Resistência e Liberdade estará também aberto durante todo o dia, com entrada livre, para dar a conhecer o seu acervo, que inclui a exposição permanente (com visitas orientadas de manhã e à tarde) e as exposições temporárias.

A exposição Sinais da Liberdade – Iconografia da Democracia no Arquivo Ephemera que reúne um conjunto de imagens e objetos que foram produzidos após o 25 de abril de 1974, é ainda uma das iniciativas que integram esta programação. De 14 de abril a 28 de maio, o Antigo Tribunal da Boa Hora acolhe esta mostra com material iconográfico e representativo de um período histórico do século XX, selecionado a partir do Arquivo e Biblioteca de José Pacheco Pereira.

Durante este mês, haverá ainda espaço para apreciar o Mural 25 de Abril intervencionado pelos artistas do coletivo Estúdio Boa Hora, em Belém, os Cartazes de Abril da autoria do ilustrador Mantraste no Museu Bordalo Pinheiro. Poderá igualmente assistir a um espetáculo único criado por Joana Craveiro e construído para habitar a Biblioteca de Marvila, bem como conhecer Antónia Rodrigues, a nova personagem do ciclo Antiprincesas de Cláudia Gaiolas no Parque José Gomes Ferreira ou participar no Festival Política a decorrer no Cinema São Jorge.

De outras músicas, leituras, conversas, percursos, visitas e oficinas se fazem as Festas de Abril. Propostas para todas as idades, na sua maioria de entrada gratuita, que se dividem entre a rua e os espaços municipais e culturais geridos pela Câmara Municipal de Lisboa e pela EGEAC.

Fonte; Direção Municipal da Cultura Câmara Municipal de Lisboa

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Mais informação

Se não pretender usar cookies, por favor altere as definições do seu browser.

Fechar