Chef residente da Caminhos Cruzados amplia leque de propostas culinárias

119 views

Criações gastronómicas são emparelhadas com os versáteis vinhos do produtor vitivinícola do Dão, sediado em Nelas

Miguel Vidal, o chef residente da Caminhos Cruzados, ampliou o leque de propostas culinárias na ementa de atividades de wine and food, um ano após o início da colaboração com o produtor vitivinícola do Dão, sediado em Nelas.

Para o verão de 2024, o chef propõe criações gastronómicas como Creme de Cogumelos ou Cogumelos Recheados com Chouriço e Broa como entradas, seguindo-se Carolos de Milho e Chouriço com Lombinho em Vinha-d’alhos ou Polvo Panado com Arroz do Mesmo, antes de uma sobremesa de 200 Folhas com Puré de Castanha e Doce de Ovos.

As propostas culinárias de Miguel Vidal, onde predomina o que é endógeno, são emparelhadas com os versáteis vinhos da Caminhos Cruzados, apresentados a par das especialidades que já constavam da ementa, como Escabeche de Truta, Bacalhau com Broa, Vitela em Púcara de Barro Preto ou Arroz de Carqueja com Vinhas de Alhos.

Miguel Vidal está igualmente disponível para o conceito «tailor made», à medida dos desejos gastronómicos dos clientes, mediante reserva com alguma antecedência.

Natural de Aveiro, o chef mudou-se para a Viseu há mais de uma década, tendo passado pela cozinha de restaurantes como Ceia dos Malandros, 100 Papas na Língua e DeRaiz antes de abrir o seu próprio espaço, o restaurante Terracota, com Anselmo Pires. Em 2023, tornou-se chef residente da Caminhos Cruzados.

As refeições confecionadas por Miguel Vidal têm como palco os espaços que compõe a imponente e original adega da Caminhos Cruzados. Os almoços ou jantares, sempre por marcação, terão de ter o mínimo de dois comensais e o preço médio ronda os 50 euros por pessoa, com vinhos.

Reservas (mínimo de 24 horas de antecedência):

enoturismo@caminhoscruzados.net; ou 232 940 195

Horário:

Almoço – 12h00/15h00

Jantar – 19h00/21h00

 

 

Sobre a Caminhos Cruzados

A Caminhos Cruzados surgiu pela iniciativa da família Santos, natural de Nelas, determinada a regressar às suas origens para investir numa antiga paixão, o vinho do Dão. A ligação ao vinho nasce nas gerações mais velhas, mas foi passada às jovens Lígia e Francisca, que desde cedo faziam as vindimas em família e entre amigos. A filosofia da empresa baseia-se na produção de vinhos de qualidade, com uma vertente de tradição aliada ao modernismo, destacando-se igualmente o forte compromisso com a sustentabilidade. Em 2020, a Caminhos Cruzados passou a integrar o Grupo Terras e Terroir, detido pelos empresários Paulo Pereira, Maria do Céu Gonçalves e Álvaro Lopes.

 

Fonte: MSIMPACTO.COM

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Mais informação

Se não pretender usar cookies, por favor altere as definições do seu browser.

Fechar