CENTRO DE ARQUELOGIA DE LISBOA COMEMORA 10 ANOS

473 views

EM JUNHO, O CENTRO DE ARQUELOGIA DE LISBOA COMEMORA 10 ANOS COM UM PROGRAMA PARA TODOS. DIA 14 DE JUNHO É EXIBIDO O DOCUMENTÁRIO ECOS DA CIDADE DOS MORTOS DE RAUL LOSADA NO CINEMA SÃO JORGE. A ENTRADA É LIVRE

O Centro de Arqueologia de Lisboa da Câmara Municipal de Lisboa comemora o seu 10º aniversário e apresenta uma programação cultural dirigida a todos, com um conjunto de atividades que vão desde um Dia Aberto com visitas e oficinas livres nas suas instalações na Avenida da Índia, um Encontro de Arqueologia, no Teatro Aberto, até à exibição do multipremiado documentário Ecos da Cidade dos Mortos de Raul Lousada, no Cinema São Jorge.

Inaugurado no dia 3 de junho de 2013, o Centro de Arqueologia de Lisboa tem vindo a desempenhar um papel fundamental na divulgação e promoção da atividade arqueológica na cidade de Lisboa, constituindo-se como um importante centro de recursos municipal.

Na sequência da extinção do Serviço de Arqueologia de Lisboa do Museu da Cidade e face às medidas legais de proteção do património arqueológico que foram sendo adotadas e assumidas ao longo dos anos 90 no século XX, o Município de Lisboa, em articulação com a Administração Central, sentiu a necessidade de relançar um novo centro de arqueologia.

Nasce o Centro de Arqueologia de Lisboa, um serviço público que garante a salvaguarda e o conhecimento do património arqueológico da cidade, nos vários períodos históricos, e o devolve a Lisboa e a toda a sociedade. A sua atividade assenta na preservação da informação e do espólio arqueológico existente no subsolo da cidade de Lisboa, e ainda na divulgação de resultados das diferentes intervenções arqueológicas e de projetos que contribuam para uma maior aproximação entre o passado histórico do Município e os cidadãos.

O período Romano tem merecido um destaque especial com o projeto «Lisboa Romana: Felicitas Iulia Olisipo», apostando-se ainda na realização de atividades como as sessões

«Arqueologia no Bairro», os «Encontros de Arqueologia de Lisboa», os «Fragmentos de Arqueologia de Lisboa» (em parceria com a Secção de Arqueologia da Sociedade de Geografia de Lisboa) e outras exposições monográficas.

Para assinalar 10 anos do Centro de Arqueologia de Lisboa foi desenvolvida uma programação que se estende ao longo do mês de junho e que teve início no dia 3 de junho com o “Dia Aberto” que incluiu oficinas livres na sala do serviço educativo, uma visita orientada às instalações do Centro de Arqueologia de Lisboa, e ainda uma visita ao laboratório de Restauro e Conservação.

No dia 14 de junho é exibido, às 18h30, o documentário “Ecos da Cidade dos Mortos”, de Raul Losada, apresenta a grande necrópole de Olisipo com imagens e documentos históricos importantes sobre os nossos antepassados romanos. Uma história cativante sobre as formas de viver e morrer no mais ocidental dos municípios romanos. O documentário que conta já com 16 distinções, é exibido no Cinema São Jorge, e tem entrada livre.

Por último, nos dias 29 e 30 de junho terá lugar o “IV Encontro de Arqueologia de Lisboa”, no Teatro Aberto, uma iniciativa bianual, onde se promove a partilha e a divulgação do imenso conhecimento arqueológico que é exumado a partir do subsolo da cidade, sobretudo no âmbito das inúmeras operações urbanísticas que ocorrem.

 

Fonte:

Câmara Municipal de Lisboa 

Direção Municipal de Cultura

Núcleo de Comunicação Estratégica

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Mais informação

Se não pretender usar cookies, por favor altere as definições do seu browser.

Fechar