Associação Coletivo Multimédia Perve inaugura, em Alfama, espaço público dedicado à Arte Contemporânea

89 views

Inaugura às 17h, do dia 9 de junho (quinta-feira), na Rua das Escolas Gerais n.º27, o primeiro espaço devoluto, em Alfama, a ser capacitado para receber exposições e programação artística, entre os meses de junho a setembro24h por dia à população de Alfama e a todos os visitantes. Estão também agendados vários happenings e performances, brevemente anunciadas nas redes sociais da Perve Galeria e Casa da Liberdade – Mário Cesariny.

A iniciativa ocorre no ano em que a associação celebra o seu 22.º aniversário de implementação em Alfama e conta com o apoio da Junta de Freguesia de Santa Maria Maior, no âmbito do Programa BIP/ZIP 2021 – Bairros e Zonas de Intervenção Prioritária de Lisboa.

A primeira exposição, decorre até final de julho, articula instalações sonoras com arte urbana e escultórica e tem como artistas em destaque o Coletivo BorderLovers, Marco Brás, Vítor Rua, Carlos Zíngaro, Adolfo Luxúria Canibal & Estilhaços e Beezy Bailey com Brian Eno. As obras em exibição são provenientes do acervo da Coleção Lusofonias e Perve Galeria, espaço onde a poucos metros de distância, pode visitar a exposição 20+2 Dédalo em Alfama, agora prolongada até sábado, 18 de junho,  com dois núcleos dedicados ao Surrealismo e à produção artística de autores de países de língua portuguesa.

Arte Contemporânea em espaço público é uma iniciativa que alia a capacitação de espaços públicos devolutos com uma programação cultural, para incentivar a população de Alfama e, o público português, para a fruição artística regular nas suas diversas formas e manifestações. Assim, em parceria com a Galeria de Santa Maria Maior, anunciamos a simultânea inauguração, no dia 9 de junho, às 18h, da exposição do Coletivo BorderLovers Casais de Sonho.

 

Unidos simbolicamente por um longo trajeto de colaborações com o Coletivo Multimédia Perve e a Perve Galeria,  Marco Brás, escultor português a residir nos EUA, em Nova Iorque, há mais de 15 anos, assinala o início de estabelecimento em Alfama, tendo sido responsável por todas as intervenções em pedra presentes nas instalações da Perve Galeria. Por sua vez, os BorderLovers, coletivo cujo trabalho em conjunto deu início em 2019 com um projeto de arte urbana para Connecting to Portugal and to the Portuguese-speaking World – A Modern and Contemporary Art, exposição de apresentação da Coleção Lusofonias, na Turquia, em Ancara e Istambul, integrou mais recentemente, o ciclo expositivo dedicado ao centenário de Cruzeiro Seixas.

Vítor Rua, Carlos Zíngaro, Adolfo Luxúria Canibal & Estilhaços, Beezy Bailey e Brian Eno, todos eles,  artistas plásticos e músicos, realizaram várias exposições em colaboração com a Perve Galeria, a saber: o espetáculo, em 2011, “Estilhaços – Desenho Diacrónico dedicado a Fernando Lemos; Exposição antológica de Vítor Rua: Hate Music. Love Art, de 2013; exposições em 2016 e 2017 de Carlos Zíngaro –  Spectrum e Agora na Ágora e The Sound of Creation by Beezy Bailey and Brian Eno, em 2016.

As suas obras, atualmente no acervo da coleção da Perve Galeria, integraram a programação expositiva na vertente de instalação sonora.

 

Créditos: Marco Brás, Flor de Lotus – escultura em pedra 2015

 

Fonte: Perve Galeria

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Mais informação

Se não pretender usar cookies, por favor altere as definições do seu browser.

Fechar