«A Guerra da Arte»

648 views

Livro de culto do consagrado escritor e argumentista Steven Pressfield explica como superar os bloqueios e vencer as batalhas da criatividade

Com prefácio de Robert McKee, A Guerra da Arte apresenta estratégias para criativos, artistas e empreendedores vencerem a Resistência

A LeYa/ Lua de Papel publica, esta semana, A Guerra da Arte, livro de culto da autoria de Steven Pressfield. Com prefácio do lendário professor de argumento Robert McKeeA Guerra da Arte explica como superar os bloqueios e vencer as batalhas da criatividade. Ilumina criativos, artistas, empreendedores e atletas, apresentando-lhes estratégias para vencerem a Resistência.

A Guerra da Arte é um livro sobre a Resistência. E como vencê-la. A Resistência é a força mais tóxica do planeta. Se é um escritor que não escreve, um empreendedor que não empreende, é ela que o impede de se sentar na cadeira, à frente do ecrã em branco, e dizer: Vamos a isto. Ela está em todo lado e afeta todas as pessoas. Mas pode ser vencida.

Há um segredo que os verdadeiros escritores conhecem e os aspirantes a escritores não, e o segredo é este: A parte difícil não é escrever. O que é difícil é sentarmo-nos para escrever. O que nos impede de nos sentarmos é a Resistência.” Garante Steven Pressfield, escritor e argumentista consagrado, que lutou contra a Resistência anos a fio. Por pouco não se rendeu. Até ao dia em que viu estrear um filme cujo argumento tinha escrito. Foi um desastre de bilheteira, o seu primeiro grande fracasso. Nesse momento percebeu que jamais desistiria. E a verdade atingiu-o como um raio: tinha-se tornado um Profissional.

A Guerra da Arte vai ensinar-nos a ser Profissionais. Vamos deixar de ser escritores amadores, empreendedores amadores, corredores amadores. Vamos aprender a olhar para dentro e dizer: É agora.

Steven Pressfield escreveu A Guerra da Arte para mim. Também o escreveu para todos vocês, mas sei que o fez expressamente para mim, porque detenho recordes olímpicos de procrastinação. Sou capaz de procrastinar o próprio ato de pensar no meu problema de procrastinação.(…) Ao fechar A Guerra da Arte senti uma onda de calma e positivismo. Agora sei que posso vencer esta guerra. E, se eu posso, vocês também podem.” Afirma Robert McKee, lendário professor de argumento, cujos alunos ganharam mais de 65 Óscares e 200 Emmys.

Steven Pressfield formou-se na Duke University em 1965. No ano seguinte alistou-se nos Marines. Depois foi publicitário, professor, condutor de pesados, barman, assistente num hospício e argumentista. A sua luta para se sustentar enquanto autor levou-o à pobreza extrema e chegou mesmo a viver na sua carrinha. Publicou o seu primeiro livro vinte anos depois de se formar, The Legend of Bagger Vance, que seria adaptado ao cinema por Robert Redford, tendo como protagonistas Will Smith, Charlize Theron e Matt Damon. O seu segundo romance, Gates of Fire, acerca dos espartanos e da Batalha de Termópilas, é ensinado na Academia Militar Americana, na Academia Naval Americana e no centro de formação do Marine Corps, em Quantico. Escreveu outros bestsellers históricos, muitos dos quais de leitura recomendada em cursos sobre a Grécia clássica. O autor é cidadão honorário de Esparta.

Traduzido do inglês por Maria Augusta Júdice, A Guerra da Arte, de Steven Pressfield, chega às livrarias no dia 16 de abril numa edição da Lua de Papel com 184 páginas e um PVP de €15,50.

 

Fonte:

www.luadepapel.pt/pt/

www.leya.com

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Mais informação

Se não pretender usar cookies, por favor altere as definições do seu browser.

Fechar