4ª edição do Cumplicidades

627 views

A 4a edição do Cumplicidades – Festival Internacional de Dança Contemporânea de Lisboa, decorre de 8 a 21 de maio em diversos locais da cidade.
Alicerçado na ideia de cumplicidade, o Festival desafia artistas, organizações e público a traçarem um mapa de Lisboa definido a partir da dança contemporânea.

Enquanto novo acontecimento em cada edição, varia no formato e na linha programática tendo um diferente curador convidado. Em 2023, conta com Luiz Antunes enquanto curador dos projetos nacionais. O tema por ele estabelecido é “Cara a Cara, Somos todos Sapiens”, com uma interpelação implícita à reflexão sobre os aspetos conturbados dos tempos em que vivemos. A sua programação contempla os limites e as fronteiras, nos planos da cultura e do território, assim como na experiência dos corpos e da interioridade.

A vertente internacional do Festival Cumplicidades 2023 foi estabelecida através de uma open call que lançou o desafio de abordar e expandir estas questões a artistas de diferentes nacionalidades que residem atualmente em território português.

Assim, “O Festival Cumplicidades contempla artistas portugueses e estrangeiros, emergentes ou já reconhecidos, cujas áreas de trabalho podem ir da dança a disciplinas artísticas que trabalham o corpo e o movimento. Igualmente, é diversificada a tipologia de organizações que acolhem o festival e que contribuem para a sua dinâmica urbana através de um programa que visa a admiração e a inquietação, ambicionando alcançar e estimular um público também ele plural.” (Francisco Camacho)

Nesta edição apresenta 10 produções, a maioria das quais em estreia em Lisboa, num total de 24 sessões que vão decorrer entre 11 e 21 de maio. Os criadores e os espetáculos que integram a programação nacional são Hugo Cabral Mendes com a performance O ser inumano, Beatriz Valentim com O que é um problema?, dirigido ao público infanto-juvenil, Margarida Montenÿ & Carminda Soares com Simulacro, Marco da Silva Ferreira com a performance Salão Pavão, André Braga & Cláudia Figueiredo com Feedback e Guilherme de Sousa & Pedro Azevedo com Já não sou a amar-te menos. Pedro
Azevedo é o vencedor da recente edição do Prémio Revelação Ageas/Teatro Nacional D. Maria II.

Na programação internacional são apresentados espetáculos de Roberto Dagô (Brasil) com Bâtard sauvage ou Vira-lata selvagem, Laura Rios (Cuba) com Escritura del Movimiento, Yuko Kominami (Japão) com Iwa-Kagami e Magnum Soares (Brasil) com Raízes. O Festival estende-se pela cidade e os locais de apresentação são: Quartel do Largo do Cabeço de Bola, São Luiz Teatro Municipal (Sala Mário Viegas), Rua das Gaivotas 6, Teatro Taborda, Centro Cultural de Belém (Blackbox), CAL – Centro de Artes de Lisboa, Auditório da Biblioteca de Marvila e a discoteca Lux.

Para além dos espetáculos, o Festival promove três conversas. Têm entrada livre e decorrem no Quartel do Largo Cabeço de Bola (11 de maio), no Teatro Municipal de São Luiz (13 de maio) e no Museu Nacional do Teatro e da Dança (20 de maio). Os temas a abordar, em estreita ligação com os espetáculos programados, são: “Lugar de liberdade na arte, na cultura em nós e no outro; “Limites, fronteiras, margens e territórios no nosso corpo; e “Higienização Cultural: o que queremos deixar para um futuro presente.

O Passaporte da Dança é o projeto educativo do Festival Cumplicidades. Trata-se de um circuito amplo e diversificado com 321 aulas de dança, gratuitas e abertas, dirigido a todas as faixas etárias. Resulta de parcerias estabelecidas entre a Eira/Festival Cumplicidades e as mais variadas estruturas que facultam formação em dança no seu mais amplo espetro. Este ano, o Passaporte da Dança sai dos limites do concelho de Lisboa e estende-se até Amadora, Oeiras, Sintra, Mafra, Odivelas, Cascais e Setúbal. Os seus objetivos principais são fomentar o gosto pela dança e promover a sua prática regular. Nesta edição, decorre entre 8 e 12 de maio e as inscrições devem ser feitas através do site do festival (https://www.festivalcumplicidades.pt).

Durante o Festival será realizado mais um PED – Projeto de Estudo em Dança, orientado por Francisco Camacho. O PED foca-se na vertente da dança contemporânea, é dirigido a quem desenvolve ou pretende prosseguir atividade profissional no âmbito das artes do espectáculo, e tem como objectivo impulsionar aspectos ligados à interpretação e à criatividade. Esta edição, que acontece de 6 a 20 de maio, culminará numa apresentação final no dia 20 de maio, às 15h, no Museu Nacional do Teatro e da Dança.

No dia 11 de maio, a partir das 21h, o festival promove um beberete-convívio, para o qual artistas e público estão convidados. Será no quartel do Largo do Cabeço de Bola logo após o espetáculo O ser inumano de Hugo Cabral Mendes. O Festival Cumplicidades foi concebido e é realizado pela Eira, uma estrutura artística sediada em Lisboa que se dedica, desde 1993, ao desenvolvimento e à promoção nacional e internacional da dança contemporânea.

//
FICHA TÉCNICA
Direção geral EIRA e direção artística do Cumplicidades: Francisco Camacho
Direção de Produção Eira: Lucinda Gomes
Programação Nacional: Luiz Antunes
Direção de Produção Cumplicidades: Tiago Sgarbi
Produção Executiva e gestão administrativa: Teresa de Brito
Produção Executiva: Magda Maia e Marta Vieira
Direção técnica: João Chicó
Assessoria de Imprensa: Levina Valentim
Design Gráfico: Ana Freitas (Many Islands)
Site: Héoïse Maréchal
Financiamento: República Portuguesa – Cultura | DGArtes – Direção-Geral das Artes e Câmara
Municipal de Lisboa

Apoios: Centro Cultural de Belém, São Luiz Teatro Municipal, Museu Nacional do Teatro e da Dança, CAL – Centro de Artes de Lisboa, Biblioteca de Marvila, Largo Residências, Teatro da Garagem/Teatro Taborda.
Parcerias: Agenda Cultural, Antena 1, Antena 2, Câmara Municipal de Lisboa, Canal 180, Canal Q, Carris, Casa Ermelinda de Freitas, Cision, Coffeepaste, Licor Beirão, Pastéis de Belém, Público, RTP2, SIC Radical, Turismo de Lisboa, Turismo de Portugal, Vimeiro.

SITE www.festivalcumplicidades.pt
FACEBOOK https://www.facebook.com/festivalcumplicidades
INSTAGRAM https://www.instagram.com/cumplicidadesfestival/

 

Fonte: Levina Valentim

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Mais informação

Se não pretender usar cookies, por favor altere as definições do seu browser.

Fechar