O Mecanismo de Matar

419 views
Quando terminou aquela quarta-feira, estava decidido que um homem deveria morrer. Porque era mau. Esse engenheiro, administrador da empresa onde Jean Pierre era o director de pessoal, propusera um plano de eliminação de trabalhadores que atirou o francês para o limbo das folhas de Excel que deveriam revelar-lhe as gorduras a eliminar. Perdido na mais terrível das questões morais, são os amigos que desenham o plano para anular o engenheiro. Mas dizer “vamos matar um homem” é uma sentença mais fácil de pronunciar do que de executar. As semanas seguintes são feitas do jogo de sedução de Joaquim, o herdeiro de vinhateiros do Douro que procura impor esse projecto a Tomás, assessor municipal, e Andrés, jornalista falhado numa editora para adolescentes. Pelo meio há uma planta que definha num vaso e um casamento que parece não ir a lado nenhum. Numa Lisboa adormecida pelos pequenos nadas, a fuga para Espanha pareceu-lhes por momentos uma boa solução, mas a luz da capital chamava por eles.

O AUTOR (Paulo Amaral):
Nasceu em Viseu em 1970. Licenciado em Sociologia, com uma tese sobre o Serviço Público de Televisão que desenvolveu numa pós-graduação em Cultura e Comunicação, é desde 2001 jornalista do online da RTP.
Aos dezassete anos entregou uns poemas num concurso que lhe deu uma menção honrosa e, numa breve passagem por uma banda electrónica, nos anos 90, entrou na colectânea “Realidade Virtual” da extinta Fast Forward Records.

Editou em 2006 o romance “Zero” com a editora Sinapses. “O Mecanismo de Matar” é o seu primeiro romance em papel. Em pequeno, delirava com o judo e os matraquilhos.

Ads

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Mais informação

Se não pretender usar cookies, por favor altere as definições do seu browser.

Fechar