Simultânea Obras da Coleção da Caixa Geral de Depósitos

124 views
Curadoria Delfim Sardo

Em simultâneo com a exposição O Fotógrafo Acidental são apresentadas obras do mesmo período da Coleção da Caixa Geral de Depósitos, mas noutros suportes.

O propósito de criar um contexto para uma melhor compreensão das transformações culturais portuguesas na década de 1970 é aqui proporcionado por um conjunto de obras dos mesmos artistas apresentados na exposição da Galeria 1, a que se juntam obras de outros artistas marcantes no panorama português como Eduardo Batarda, Álvaro Lapa, Joaquim Rodrigo, João Vieira, Pires Vieira e Noronha da Costa.

Nesta exposição há a salientar a apresentação de duas das obras mais marcantes de Alberto Carneiro, raramente vistas em conjunto: O Canavial: Memória metamorfose de um corpo ausente, de 1968 e Uma Floresta para os teus sonhos, de 1970, esta última cedida pela Fundação Calouste Gulbenkian.

A Coleção da Caixa Geral de Depósitos, iniciada em 1983, é composta por um conjunto de mais de 700 obras nos mais diversos suportes. É regularmente objeto de exposições que a têm dado a conhecer a partir de pontos de vista curatoriais e temáticos muito diversos.

fonte: culturgest

Noronha da Costa. Sem título, 1967 (pormenor)
Coleção da Caixa Geral de Depósitos · Fotografia © DMF, Lisboa

Até 10 setembro

Galeria 2 · 2€
Entrada gratuita aos domingos
Visita guiada com o curador
Sábado, 27 de maio, 17h30

Jornal de exposição (pdf)

Informações
21 790 51 55
culturgest.bilheteira@cgd.pt
Ads