Quinta do Monte d’Oiro celebra 20 anos com conjunto de vinhos exclusivo

34 views

O produtor José Bento dos Santos comemora o aniversário com uma selecção de vinhos emblemáticos

A Quinta do Monte d’Oiro, localizada em Alenquer (região vitivinícola de Lisboa), comemora os 20 anos com o lançamento de uma edição limitada (120 caixas), que incluí alguns dos vinhos mais emblemáticos da marca, à venda nas principais garrafeiras do país. Desta selecção fazem parte seis referências, entre os quais vinhos exclusivos e novidades: duas novas colheitas dos ícones da marca, Quinta do Monte d’Oiro Reserva 2013 e Quinta do Monte d’Oiro Madrigal 2016; uma garrafa de Quinta do Monte d’Oiro Reserva 2004; uma nova colheita do ExAequo (2013), que apenas será comercializada a nível nacional inserida neste pack; uma garrafa de Petit Verdot 2012, a grande novidade; e o Syrah24 da colheita de 2013. O PVP deste conjunto de vinhos é de 180€.

“Este aniversário é de facto muito importante para Quinta do Monte d’Oiro, projecto que já envolve duas gerações. Decidimos também envolver os nossos clientes nesta comemoração, dando-lhes a possibilidade de adquirir alguns dos nossos ícones. Assim, os apreciadores podem provar novas colheitas, bem como colheitas mais antigas, para entenderem o potencial de evolução em garrafa dos nossos vinhos. Têm também acesso a vinhos exclusivos, que não estarão presentes de outra forma no mercado nacional. O Petit Verdot, por exemplo, é uma novidade absoluta. Foi apenas editado em 2006, mas na altura nem sequer foi lançado no mercado”, refere Francisco Bento dos Santos, director geral da Quinta do Monte d’Oiro.

 

Sobre a Quinta do Monte d’Oiro

Localizada na região vitivinícola de Lisboa, no concelho de Alenquer, a Quinta do Monte d’Oiro é conhecida desde o séc. XVII pelo seu terroir privilegiado e é actualmente propriedade do gastrónomo José Bento dos Santos, que tem como objectivo elaborar vinhos de alto gabarito, profundamente gastronómicos, com mineralidade, frescura, elegância e complexidade. Para tal, é praticada uma viticultura 100€ biológica (certificada) com gestão parcelar e baixos rendimentos de produção. Na adega, os processos de vinificação são suaves e extremamente rigorosos, decorrendo os estágios em madeira nas melhores barricas de carvalho francês.

Desde a primeira vindima, em 1997, os resultados têm-se revelado excelentes e consistentes: os diversos vinhos da Quinta alcançam inúmeros prémios e distinções em Portugal e no estrangeiro (de que são exemplo os 6 “Prémios de Excelência” da Revista de Vinhos; os 15 vinhos eleitos “Os Melhores do Ano” pelo crítico João Paulo Martins; os 30 vinhos classificados no “Top” da revista Wine; o “Melhor Vinho da Península Ibérica”; ou as 37 classificações por Robert Parker na restrita categoria dos 90-95 pontos – “outstanding”).

Os vinhos da Quinta do Monte d’Oiro estão presentes em importantes mercados internacionais, como França, Holanda, Suíça, Bélgica, Finlândia, República Checa, E.U.A., Canadá, Brasil, Angola, China e Taiwan.

 

Fonte: chefsagency

 

Ads