Hernâni Um Senhor da Noite

57 views

“Nos meus bares qualquer mulher pode vir sozinha”

Falar da noite de Lisboa, em particular da que circula pelo Bairro Alto e arredores, passa por falar com a cara de bares com tanta história como o Lábios de Vinho, Café Concerto, Noites Longas, Targus, Indústria, Lx Factory, Naperon ou, na actualidade, o Tabernáculo, onde nos sentámos para uma conversa entre copos.

Queres apresentar-te?

Chamo-me Hernâni Miguel. Estou em Portugal desde de 1965 e sempre vivi na Baixa desde que cheguei a Lisboa. A seguir ao 25 de Abril, comecei a pôr música em festas de liceu ou de amigos meus. Faço a minha entrada no Bairro Alto através da Escola Comercial D. Maria onde estudava à noite, para fazer uma festa gigante num bar. A festa foi tão brilhante que o dono do bar pediu-me para eu ser RP dele, foi aí que conheci o meu grande e saudoso amigo Zé da Guiné. O bar chamava-se na altura Rockhouse, mais tarde Jukebox, e foi um bar de afirmação em Portugal, um grande bar mesmo. Foi o primeiro bar de moda, só depois aparece o Frágil e outro bar também fantástico que era o Artis. Depois começam a aparecer uma série de bares, tudo no Bairro Alto.

Ler na íntegra aqui

Ads